Trabalho criativo também estressa, demonstra estudo.

É o que diz a matéria publicada no portal O Que Eu Tenho, do UOL. Para chegarem a esta conclusão, os pesquisadores Scott Schieman e Marisa Young observaram mais de 1.200 que diziam trabalhar em profissões criativas.

É o que diz a matéria publicada no portal O Que Eu Tenho, do UOL. Para chegarem a esta conclusão, os pesquisadores Scott Schieman e Marisa Young observaram mais de 1.200 que diziam trabalhar em profissões criativas.

A pesquisa foi realizada por meio da aplicação de questionários que visavam medir o nível de criatividade empregado nos trabalhos ao estresse apresentado pelos participantes.

Os dados demonstraram que os profissionais que demonstram maior nível de estresse eram aqueles dos quais sua função demandava os maiores níveis de criatividade. Os principais elementos estressores, explica a matéria, relacionavam-se a cargas horárias excessivas e a levar assuntos de trabalho para outros ambientes, como o próprio lar.

Estes profissionais, com frequência, misturam o tempo que deveria ser gasto com amigos e família com o tempo que deve ser gasto com o trabalho. É comum levarem para os finais de semana, viagens e atividades que deveriam ser de lazer as tarefas inacabadas de seu trabalho.

A pesquisa demonstra também que estes profissionais que precisam usar a criatividade
no trabalho são aqueles que mais pensam em trabalho, mesmo fora do horário.

Fonte: Portal O Que Eu Tenho.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

,

Comments are closed.