CFP revê atuação do Psicólogo no Sistema Prisional

A Atuação do Psicólogo no Sistema Prisional foi tema de audiência pública recentemente em Campo Grande/MS. O evento se deu pela parceria do Conselho Regional de Psicologia 14ª Região juntamente com o deputado estadual Laerte Tetila.

A Atuação do Psicólogo no Sistema Prisional foi tema de audiência pública recentemente em Campo Grande/MS. O evento se deu pela parceria do Conselho Regional de Psicologia 14ª Região juntamente com o deputado estadual Laerte Tetila.

Em todo o Brasil, esse tema tem virado o foco das discussões entre os profissionais não só da área psicológica, mas também da medicina, da justiça e de outras áreas do conhecimento. As propostas de todos os conselhos regionais de psicologia foram encaminhadas ao debate nacional realizado pelo Conselho Federal de Psicologia.

As propostas tratam da elaboração e uma nova resolução sobre a atuação do psicólogo no sistema prisional, que até agora está suspensa. É preciso definir qual é a função social dos presídios e se a mesma vem sendo cumprida, além de como se dá a reintegração social dos apenados e que os profissionais da psicologia podem fazer nessa situação.

“Com certeza esse debate é muito importante e a resolução vem amparar a atuação do psicólogo no sistema prisional”, explica à psicóloga e tutora do Portal Educação, Denise Marcon.

O principal fator decisivo para o psicólogo é apenas ajudar a resgatar valores no apenado como o da cidadania. O psicólogo não deve dizer ao preso, por exemplo, se ele está apto ou não a se ressocializar novamente.

Com informações do Portal Educação.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.