Ansiedade maternal pode ser “transferida” para os filhos, diz pesquisa

Recente artigo no periódico Journal of Abnormal Child Psychology sugere que a ansiedade materna tende a ser transferida para seu filho, quando este é jovem.

A pesquisa analisou cerca de 60 mães do Reino Unido que foram diagnosticadas com Transtornos de Ansiedade e também 60 mães sem nenhum tipo de transtorno; Os autores do estudo compararam dados obtidos das crianças quando estas estavam iniciando a vida escolar (com cerca de 4 anos e meio de idade) e, quando as mesmas finalizaram a primeira etapa escolar, os pesquisadores recolheram mais informações com as mães das crianças e também dos professores.

Na primeira etapa de coleta de dados, foram dadas as crianças atividades de brincadeiras com bonecos e algumas situações relacionadas ao ambiente escolar para incentivar as brincadeiras, enquanto que as mães foram perguntadas acerca da ansiedade de seus filhos; Na segunda etapa de coleta os professores explanaram acerca da ansiedade dos estudantes, e as mães forneceram informações adicionais.

Os filhos de mães ansiosas emitiram respostas “ansiosamente negativas” durante as brincadeiras, em níveis significativamente maiores que os filhos de mães não ansiosas; Além disso, as crianças com brincadeiras classificadas como ansiosamente negativas tem mais chances de desenvolver problemas sociais (segundo relato dos próprios professores), entre outras implicações.

Os pesquisadores não encontraram diferenças significativas entre os grupos de crianças filhas de mães ansiosas e de não ansiosas em relação às situações de apego e inibição comportamental.

Fonte: Child-Psych

Comments are closed.


loading...