As crianças sofrem mais nos momentos anteriores ao divórcio dos pais

A maioria dos danos causados á saúde mental de uma criança, ocorre nos anos anteriores ao divórcio dos pais, de acordo com a Universidade de Alberta, que sugere que o casal permanecendo juntos por causa dos filhos não é sempre a melhor escolha. “Talvez nós devemos prestar mais atenção ao que acontece nas crianças, no período anterior ao divórcio, do que dirigir todos os esforços às crianças depois que o evento ocorre”, disse o Dr. Lisa Strohschein.” Por exemplo, o comportamento antisocial da crinaça faz diminuir o divórcio entre o casal, mas depois a família se torna altamente disfuncional.”

fonte:[url=http://www.newswise.com/articles/view/516767/]www.newswise.com[/url]A maioria dos danos causados á saúde mental de uma criança, ocorre nos anos anteriores ao divórcio dos pais, de acordo com a Universidade de Alberta, que sugere que o casal permanecendo juntos por causa dos filhos não é sempre a melhor escolha. “Talvez nós devemos prestar mais atenção ao que acontece nas crianças, no período anterior ao divórcio, do que dirigir todos os esforços às crianças depois que o evento ocorre”, disse o Dr. Lisa Strohschein.” Por exemplo, o comportamento antisocial da crinaça faz diminuir o divórcio entre o casal, mas depois a família se torna altamente disfuncional.”

fonte:[url=http://www.newswise.com/articles/view/516767/]www.newswise.com[/url]

About Armando Ribeiro

Coordenador do Programa de Avaliação do Estresse do Check-up do Hospital São José – Beneficência Portuguesa de São Paulo. Professor convidado e supervisor clínico de Terapia Cognitivo-Comportamental da USP e UNIFESP.

,

Comments are closed.