Enquete: 1/3 dos britânicos inicia vida sexual antes dos 16

Em uma enquete realizada na Grã-Bretanha, quase um terço dos jovens entre 16 e 24 anos que responderam afirmou ter tido sua primeira relação sexual antes dos 16 anos.
Em uma enquete realizada na Grã-Bretanha, quase um terço dos jovens entre 16 e 24 anos que responderam afirmou ter tido sua primeira relação sexual antes dos 16 anos.
Segundo a lei britânica, a idade mínima permitida para se ter relações sexuais é 16 anos.

Uma enquete online realizada pela rádio BBC1 também sugeriu que 43% dos jovens tiveram pelo menos cinco parceiros, com um quinto respondendo que teve mais de dez.

Mais da metade (57%) também admitiu que fizeram sexo com uma pessoa que tinham acabado de conhecer.

Cerca de 66% das 29,623 pessoas que responderam à enquete online também disseram que não usaram preservativos em todas as vezes que fizeram sexo com novos parceiros.

Entre as razões apontadas pelos jovens para não usar preservativos com novos parceiros, a mais comum foi a de estar muito alcoolizado, indicada por 38% dos entrevistados.

O álcool também apareceu ligado com a primeira experiência sexual, com 37% dos entrevistados respondendo que ingeriu álcool antes da primeira vez.

Carências na educação sexual também ficaram claras.

Um em cada dez entrevistados respondeu que nunca teve nenhum tipo de educação sexual, e cerca de 75% disseram que só aprenderam o “básico”.

Muitos revelaram desconhecimento da possibilidade de falhas nos métodos anticoncepcionais, com 43% afirmando desconhecer o fato de que a gravidez poderia ocorrer caso o uso de preservativo fosse inadequado, e 35% não sabiam que a pílula também não é completamente segura.

Perguntados sobre quais eram seus maiores temores relacionados à sexo, 41% apontaram gravidez, 24% responderam HIV e 22% indicaram outras doenças sexualmente transmissíveis como principais preocupações.

A pressão que os jovens sentem para iniciar sua vida sexual parece estar diminuindo, com 23% das mulheres com menos de 18 anos afirmando que se sentiram pressionadas, comparado com 33% entre aquelas com mais de 32 anos.

Somente 4% dos jovens entrevistados responderam que ainda não tinham tido nenhuma relação sexual, o mesmo percentual que disse ter tido a primeira relação antes dos 14 anos; 9% afirmaram ter tido suas primeiras relações aos 14; e 17%, aos 15 anos.

Segundo a enquete, homens entre 16 e 34 anos tendem a se descrever mais facilmente como homossexuais, enquanto somente 6% das mulheres dá a mesma resposta, mesmo que a quantia de mulheres que admitiram ter experimentado – 11% – seja maior do que a de homens – 4%.

Uma porta-voz da Brook, uma ONG dedicada à orientação sexual de jovens, disse que os resultados da pesquisa não são surpreendentes, mas ainda assim, são “alarmantes”.

“Isso nos mostra como é fundamental fornecer educação sexual adequada aos jovens”, disse.

“Infelizmente, muito do que se aprende nas escolas é somente sob um ponto de vista biológico”, afirmou.

Uma porta-voz do Departamento de Saúde britânico disse que o governo está tentando melhorar a educação sexual aumentando o acesso a centros de atendimento.

“Não podemos dizer às pessoas quantos parceiros sexuais elas devem ter, mas quanto mais parceiros ela tiver, maiores serão os riscos de gravidez indesejada e de contraírem doenças sexualmente transmissíveis”, disse.

“Adolescentes que discutiram sobre sexo e relacionamentos (durante sua formação) tendem a adiar a idade com que têm a primeira relação sexual e estão mais dispostos a usar métodos contraceptivos e ter responsabilidade nos seus relacionamentos”, completou.

Fonte: [url=http://noticias.uol.com.br/bbc/2006/08/14/ult2363u7655.jhtm]www.bbc.co.uk[/url]

About Marina Bellissimo Rodrigues

Comments are closed.