Uso de Reserva Técnica de Bolsas ganha agilidade

O Conselho Técnico-Administrativo da FAPESP aprovou proposta da Diretoria Científica para que não seja mais necessária prévia autorização da Fundação para uso dos recursos de Reserva Técnica (RT) de Bolsas (Mestrado, Doutorado e Doutorado Direto).

 

O Conselho Técnico-Administrativo da FAPESP aprovou proposta da Diretoria Científica para que não seja mais necessária prévia autorização da Fundação para uso dos recursos de Reserva Técnica (RT) de Bolsas (Mestrado, Doutorado e Doutorado Direto).

 

A autorização era expressamente requerida para uso da RT para participação em eventos científicos no país ou no exterior e para a aquisição de notebooks. A responsabilidade pela adequada utilização dos recursos na consecução dos objetivos do projeto de pesquisa é do orientador.

As novas normas estão descritas em www.fapesp.br/rt/ms (Mestrado) e www.fapesp.br/rt/dr (Doutorado e Doutorado Direto).

Em qualquer caso, no primeiro Relatório Científico rotineiramente previsto que for apresentado após o evento, o orientador deverá incluir justificativa da participação no evento, informar os benefícios que essa participação trouxe ao projeto e a comprovação de que houve apresentação de trabalho científico. Caberá ao orientador avaliar a proficiência do bolsista na língua necessária para uma efetiva participação no evento.

Também foi eliminada a necessidade de prévia autorização para compra de notebooks com os recursos das RT. Valem, nesse caso, as normas relativas à aquisição de material permanente, anunciadas em www.fapesp.br/rt/material.

Continuam vigentes as normas quanto à proibição do uso de Reserva Técnica em itens explicitados no site da FAPESP para cada rubrica de despesa

Fonte: Agência FAPESP

,

Comments are closed.