Tabaco e Tuberculose

A tuberculose e o tabagismo constituem problemas de saúde pública significativos. A associação entre tabagismo passivo e infecção pelo bacilo da tuberculose – Mycobacterium tuberculosis não é muito bem documentada.
A tuberculose e o tabagismo constituem problemas de saúde pública significativos. A associação entre tabagismo passivo e infecção pelo bacilo da tuberculose – Mycobacterium tuberculosis não é muito bem documentada.
Este foi o tema de um estudo publicado na revista Pediatrics , de autoria de pesquisadores franceses, holandeses e da África do Sul.

Uma pesquisa comunitária foi realizada em 15% dos endereços em dois subúrbios de baixa-renda na Cidade do Cabo, África do Sul. Todas as crianças, com menos de 15 anos, e os adultos ligados a elas residindo no mesmo endereço foram incluídos no estudo. As crianças foram submetidas ao teste cutâneo tuberculínico. Considerou-se que uma induração de 10 mm indicava uma infecção pelo bacilo da tuberculose – M tuberculosis. O tabagismo passivo foi definido como sendo morar numa casa com pelo menos um adulto que fumou durante no mínimo 1 ano.

Nos resultados, observou-se positividade no teste tuberculínico em 32% das crianças, consideradas portadoras de infecção por M. tuberculosis. O tabagismo passivo foi significativamente associado com infecção por M.tuberculosis em análises não ajustadas, o que não foi observado em análises ajustadas. Apenas nas casas com paciente portador de tuberculose, o tabagismo passivo foi associado à infecção em crianças.

Mais estudos são necessários para confirmar esta observação, mas a possível associação é preocupante, dada a alta prevalência de tabagismo e tuberculose na maioria dos países em desenvolvimento.

Fonte: Site Antidrogas

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.