totem (2)

"Um animal comestível, ora inofensivo, ora perigoso e temido, e, mais raramente, uma planta ou uma força natural (chuva, água), que se encontram numa relação particular com a totalidade do grupo. O totem é, em primeiro lugar, o antepassado do clã e, em segundo, seu espírito protetor e seu benfeitor, que envia orá­culos a seus filhos e os conhece e protege, mesmo quando, em outras circunstâncias, ele é perigo­so. Os indivíduos que possuem o mesmo totem estão, portanto, submetidos à sagrada obriga­ção, de não matá-lo (destruí-lo), não comer sua carne ou aproveitar-se dele de qualquer outra forma." (Freud)

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.