tédio

Vivência que a Análise Existencial e a Logoterapia descrevem como um desagrado profundo no qual o indivíduo se dá conta da perda de seu sentido de vida, caindo no vazio existencial. Não é depressão e nem angústia. Pode aparentar até uma certa apatia. É uma condição humana de difícil abordagem. Não responde aos fármacos e nem às psicoterapias usadas via de regra.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra – Pós-doc em Filosofia
Membro do Viktor Frankl Institute Vienna
Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.