Twitter – Uma Análise Comportamental de Usos e Abusos

Prévia Hipertextual

Link do Twitter: http://twitter.com/

A capa da revista Época desta semana é contudente: o Irã passou por uma revolução cultural que resultou em grandes transformações, e parte dessa revolução se deve a comunicação digital, em especial ao Twitter.

Link: clique aqui

Empresas, programas de TV, celebridades e até órgãos políticos e sociais têm Twitter como estratégia de comunicação.

Outro dia li num portal de notícias que uma importante votação do Parlamento alemão teve o resultado vazado pelo Twitter, o que abalou os alicerces do poder germânico.

Link: http://info.abril.com.br/noticias/internet/twitter-pode-ser-banido-no-parlamento-alemao-01062009-3.shl

Ao mesmo tempo, Ashton Kutcher, ator hollywoodiano, se gaba de ter 1.000.000 de seguidores no Twitter, tendo superado o conglomerado de mídia CNN nesse quesito.

Link: http://diario.iol.pt/moda-e-social/ashton-kutcher-twitter-demi-moore/1057573-4061.html

Diante dessas notícias surge o questionamento: “O que é o Twitter?”. Que seria esse novo recurso de comunicação digital que abala tanto a esfera pública quanto privada? Como ele está influenciando o comportamento das pessoas?

O Twitter veio para ficar

Variação do fenômeno blog (diários on line), o Twitter pode ser definido como um microblog coletivo. Trata-se de uma forte tendência na internet: comunicação rápida, em tempo real, em uma rede de amigos (virtuais ou não), em detrimento das mensagens massivas, como SPAMs.

Cada “twitter” ou “twitteiro” pode escrever mensagens de apenas texto, contendo até 140 caracteres (curtinha, hein? Algo um pouco menor que este parágrafo até aqui. Por isso ele é um microblog).

Originalmente os microblogs foram criados para disseminação rápida de links de interesses de seus donos para amigos. Como, porém, o Twitter é coletivo significa que o que um “twitteiro” posta será visto por todos seus “seguidores” (pessoas que pediram para receber suas mensagens). Assim o resultado final, visível cada vez que se “loga” no Twitter é uma colcha de retalhos de mensagens de diversas autorias, sobre diversos assuntos, contendo links ou apenas textos.

Breve Análise Comportamental do Twitter

Cada mensagem permite até 140 caracteres. Se contarmos os caracteres de um eventual link a enviar isso significa que as mensagens no Twitter são realmente curtas. Ou seja, o comportamento de “twittar” tem um baixo custo de resposta. Por isso há pessoas que twittam tanto, em tono lugar, pelo celular ou do notebook, sobre qualquer assunto. É fácil twittar, por isso há tantos autores e mensagens lá. Sobre isso, conferir o Twitter do escritor Neil Gaiman, repleto de mensagens sobre temas cotidianos, como levar o cãozinho para passear:http://twitter.com/neilhimself

Outro motivo explica a profusão de autores e mensagens: modelação. Trata-se do comportamento de imitar o que modelos fazem. No caso, amigos (virtuais ou não). Afinal, seus amigos entraram no Twitter e estão adorando. Todo mundo legal está twittando. Você vai ficar de fora? (As últimas frases escritas refletem especialmente o discurso dos entusistas).

Um terceiro motivo parece ser a evasão de privacidade. Isto é, saber o que os outros estão fazendo em qualquer hora do dia, mediante seus próprios relatos. Mais que isso, também poder se expressar sobre qualquer assunto em tempo real, sabendo que será lido pelos amigos.

Um quarto motivo para o sucesso do Twitter seria seu caráter informativo. Me refiro a disseminação de links, referências, videos, notícias, etc de suposta qualidade. Como esse processo se dá entre amigos e o twitteiro pode selecionar de quem ele receberá ou não dados, então pode filtrar os conteúdos por seus interesses.


Novo vício?

O Twitter tem toda cara de poder gerar um novo vício digital em muitas pessoas. Afinal, a recompensa pelo uso é contínua e twittar para fazer parte de um grupo social também reforça o “vício”.

Da Romênia veio uma notícia um tanto estranha sobre os possíveis malefícios do Twitter: clique aqui

A garota romena morreu porque deixou um aparelho eletrônico cair na banheira. Mas por outro ponto de vista morreu também porque não resistiu a twittar enquanto tomava banho!!!!

Reflexões

Quando falamos de comunicação digital, o Twitter é uma perfeita expressão das tendências atuais: instantaneidade, redes sociais, compartilhar, etc.

Em termos de saúde humana, o Twitter nos adverte sobre os abusos da comunicação digital e seu potencial de vício.

Comunicação integra e estreita relações. Mas comunicar-se em excesso também pode ser uma patologia…

Para fechar…

Para quem estiver interessado, meu Twitter é: http://twitter.com/AlessandroVR

Comments are closed.