Mulheres são mais propensas a sofrer da Síndrome do Coração Partido

Para que fosse possível  chegar a esta conclusão, os autores se basearam em um banco de dados com mais de 1000 hospitais. No total foram estudados 6.229 casos da doença. Após eliminar fatores de risco – tais como hipertensão, tabagismo e outros fatores que influenciam o desenvolvimento de problemas cardíacos -, os pesquisadores constataram que as mulheres são cerca de 7,5 vezes mais propensas a desenvolverem a doença, quando comparadas aos homens.

Outros dados interessantes encontrados referem-se à faixa etária com maior risco. A síndrome é trez vezes mais frequente entre mulheres com mais de 55 anos. Além disso, mulheres com menos do que 55 anos eram 9,5 vezes mais propensas a desenvolverem a doença do que os homens na mesma idade.

Fonte: Portal Veja.

Comments are closed.