Pai que critica agrava risco de filha ter bulimia

Uma pesquisa revelou que os pais – e não só as mães – têm o poder de aumentar o risco de suas filhas desenvolverem distúrbios alimentares, em especial a bulimia, durante a adolescência. De acordo com o estudo, críticas constantes relacionadas ao peso da criança agravam o risco de aparecimento de um distúrbio.
Uma pesquisa revelou que os pais – e não só as mães – têm o poder de aumentar o risco de suas filhas desenvolverem distúrbios alimentares, em especial a bulimia, durante a adolescência. De acordo com o estudo, críticas constantes relacionadas ao peso da criança agravam o risco de aparecimento de um distúrbio.
Na infância, os pais apresentam grande influência sobre a percepção que as meninas têm de seu próprio peso, segundo o estudo realizado pela Universidade de Stanford, na Califórnia. “Os pais foram praticamente ignorados nas pesquisas anteriores sobre distúrbios alimentares”, disse o médico Stewart Agras, que liderou a pesquisa. Baseado nos resultados, Agras afirmou que os pais devem evitar críticas envolvendo o peso das filhas e enfatizar os atributos positivos que as meninas apresentam.

O estudo envolveu 134 crianças (68 meninas e 66 meninos), desde seu nascimento até elas atingirem os 11 anos de idade, e seus pais. Questionários aplicados anualmente determinavam as preocupações dos pais com o peso e os hábitos alimentares das crianças.

A bulimia é um distúrbio alimentar em que a pessoa se alimenta e, após, força o vômito.

Fonte: [url=http://noticias.terra.com.br/ciencia/interna/0,,OI1400135-EI298,00.html]Terra[/url]

About Marina Bellissimo Rodrigues

,

Comments are closed.