BARBÉ, André-Louis (1877-1959)

Nascido em Paris a 24 de agosto de 1877, ex-chefe de clínica de Gilbert Ballet, Barbé foi o último representante do quadro dos "médicos alienistas dos Hôpitaux de Paris", no qual entrou em 1912. Sua carreira se des­enrolaria no Hospital Bicêtre e depois na Salpêtrière, onde chegou em 1932 e ficaria até a sua aposentadoria em 1943.

Contribuiu para aperfeiçoar o tratamento da paralisia geral pelos arsenicais e muitos de seus trabalhos tratam de neurologia, mas também devemos-lhe um "Manual de psiquia­tria", publicado em 1950, e que teve grande sucesso junto aos estudantes e médicos aos quais se dirigia. Nele, Barbé definiu as re­lações que devem existir entre a medicina mental e todas as afecções do organismo.

Discreto e modesto, com muito senso de humor, grande viajante, era especialista em monumentos da Idade Média, principal­mente a catedral de Chartres. Membro da Academia de Medicina desde 1947, morreu a 24 de março de 1959.

About Adalberto Tripicchio

Psiquiatra - Pós-doc em Filosofia Membro do Viktor Frankl Institute Vienna Docente da BI Foundation FGV/Berkeley

Comments are closed.