Elaboração de um instrumento de medida do ciúme em relacionamentos amorosos de jovens – Fabiana Cristina Pereira; Fernanda Estevaletto Macedo; Maria Laura Nogueira Pires

Nos relacionamentos amorosos, o ciúme pode entendido como um conjunto de reações negativas desencadeadas por uma situação de ameaça, real ou não, ao relacionamento afetivo. Para a Análise do Comportamento, se ao apresentar ciúme (comportamento) o parceiro for mais carinhoso e atencioso (conseqüência), a tendência é que o comportamento seja reforçado positivamente e que seja apresentado novamente para obter novamente esse benefício. Para a Psicologia Evolucionista, o ciúme é uma reação a uma ameaça a sobrevivência e/ou reprodução. Portanto, as mulheres afastariam suas possíveis rivais e manteriam a segurança emocional para si e para sua prole e os homens garantiriam que os filhos são realmente seus. Este estudo teve como objetivo desenvolver um instrumento-piloto de medida de ciúme romântico entre jovens. Foram elaboradas inicialmente 21 questões de autopreenchimento, precedidas por itens referentes a sexo e idade. As questões buscam investigar a freqüência e a intensidade do ciúme em jovens, os tipos de relacionamentos (curtos ou longos; presenciais ou à distância) e o quanto as experiências passadas (traições, sintomas psicossomáticos, prejuízos na vida social, profissional e escolar, violência etc.) foram importantes na construção deste perfil. Além disso, uma questão tipo likert visa avaliar diferenças de gênero nos diferentes tipos de traição: emocional e física. Assim, as questões foram elaboradas buscando evidências tanto da teoria evolucionista quanto da análise do comportamento. Consideramos nosso instrumento-piloto adequado para a identificação preliminar de padrões de comportamento ciumento.  A próxima etapa deste estudo é aplicação do questionário numa amostra relevante de estudantes da Unesp – campus Assis.

About RedePsi

Portal de Psicologia com Notícias, Artigos, Links e Serviços de Divulgação de Cursos, Eventos e Produtos da Área.

Comments are closed.